Início > Literatura > Quero Ler > O Pistoleiro, o primeiro de uma serie surreal

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

O Pistoleiro, o primeiro de uma serie surreal

Stephen mistura fantasia, faroeste, ficção científica e terror em uma serie que vai te deixar maluco.

Por Valter Silva - Garoa News
21/08/2019 22:10  

A Serie Torre Negra é composta por sete livros, o primeiro foi lançado em 1982 e o ultimo só chegou as nossas mãos em 2003, sim queridos, 21 anos para uma obra colossal de Stephen ser concluída. Vários motivos ocasionaram isso e alguns explicaremos aqui.

Stephen é um consagrado escritor norte-americano que tem obras como Iluminado e It a coisa em seu repleto acervo e traz a nós leitores, A Torre Negra, coleção de sete livros com mais de quatro mil páginas de conteúdo, contando a história de Roland o último Pistoleiro de uma terra que resolveu seguir adiante.

O Pistoleiro que é a obra a qual vamos abordar nessa resenha. Somos apresentados a Roland, um pistoleiro moribundo cavalgando um velho jumento caçando o Homem de Preto. Mas antes de mergulhar na história vamos a alguns fatos engraçados. A trama do Pistoleiro começou em a ser orquestrada em 1970, segundo o próprio Stephen, que na época com 19 anos, estava inspirado por J.R.R Tolkien e por grandes filmes de velho oeste. Caso você pegue a ultima versão

Capa do Livro - O Pistoleiro - Stephen King - Imagem  Ilustrativo

publicada por King vai encontrar um prefacio muito interessante. Stephen decidiu contar um pouco de sua história e explicar aos leitores o porque de ter demorado tanto para finalizar a obra.

A justificativa do autor para fazer uma nova edição do primeiro livro foi a de que na época que escreveu O Pistoleiro, King era muito ingênuo e maluco ao mesmo tempo, considera que escreveu “muita merda” e pede desculpas aos fãs de Roland, pois ele tinha apenas 19 anos, oras. Comenta também que no decorrer dos anos, recebia muitas mensagens de leitores com pedidos em leito de morte. “eu só quero saber o final de Torre Negra, assim poderei partir em paz” comentou King no livro, sobre um leitor de 82 anos com um câncer terminal.

Roland é um rapaz forte, com um objetivo fixo na cabeça e que não permite que nada o impeça de chegar lá, oras, parece sim com um homem recém-saído da adolescência não acha? King tem o dom de fazer o leitor se espelhar no seu personagem fictício. O pistoleiro durante sua viagem em busca do Homem de preto, encontra Brown, um fazendeiro que colhe milho e tem um corvo chamado Zoltan. Pede um pouco de água para o homem do campo que tem aspecto estranho, mas parece ser boa pessoa. Com o decorrer do papo Roland conta sua história para o fazendeiro e apresente a nós leitores a conturbada vida do Pistoleiro.

O Pistoleiro conta com uma rica história, com muitos detalhes do passado e, talvez, do futuro de um homem que tem como objetivo chegar a Torre Negra e sua chave de acesso esta no Homem de Preto, seu rival escorregadio. Roland conhece pessoas que acaba criando vínculos no decorrer de sua triste vida. Têm de fazer escolhas complicadas e terríveis em poucos instantes, decisões de vida ou morte. Você ficará compadecido com Allie, notar em Nort uma situação muito comum nas periferias atuais, adorar Jake e ficar estarrecido com a historia do menino, perceber a influencia de Cort sobre o pistoleiro e a importância da amizade de Cuthbert, Alain e Tomas para moldar o caráter de Roland.

Box Torre Negra - Imagem Ilustrativa - Arquivo Digital

Vou parar por aqui, pois se continuar posso acabar falando demais para você. Se já conhece Stephen King sabe o que esperar, caso contrário, essa é uma excelente obra para começar. Livro curto com apenas 222 páginas, a leitura será bem rápida e fará com que sinta desejo por mais! Acompanhe-nos e conhecerá muito mais sobre o mundo da literatura.

Jornalista formado pela Universidade Nove de Julho. Apaixonado por comida, filmes, esportes e fotografia. Exímio jogador de Fifa e jogos de corrida de modo geral, além de um leitor ávido. Dedicado ao cuidado com o corpo, esportes e adrenalina e o mais político que uma pessoa pode ser. Seja bem vindo e sinta se à vontade.

 

“Encare o Grande Show que é mundo e seja maior que a Vida.”

Valter Silva

    Gostou da leitura? Volte sempre que desejar, não esqueça de nos seguir nas redes sociais  

© 2017 por "Garoa News". Orgulhosamente criado com Wix.com