Início > Esporte > Joga + > Nem a cobertura televisiva acreditava, mas não é que deu Brasil

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Nem a cobertura televisiva acreditava, mas não é que deu Brasil

Por Valter Silva - Garoa News
15/05/2019 17:00

Uma conquista inesperada. Podemos começar dessa forma, pois nem mesmo a equipe de tv que fazia a cobertura do Mundial de Atletismo em Yokohama predefiniu o foco na equipe masculina brasileira na disputa do 4x100. A equipe brasileira composta por Rodrigo Nascimento, Derick Silva, Jorge Vides e Paulo André tiveram de encarar os favoritos norte-americanos e britânicos a preparação vem sendo feita a mais de seis meses antes dos jogos, a equipe passou a treinar em solo estadunidense e saiu de lá com grandes esperanças de boa colocação na disputa do Mundial. O próprio Paulo André na classificatória para final, conversou com o Repórter Carlos Gil e o cinegrafista Luciano Tsuda pós prova. "Precisamos acertar alguns detalhes, melhorar em alguns aspectos" comenta Paulo André.

 

E não havia ocasião melhor, o ambiente era incrível, um estádio cheio para acompanhar os atletas de todos os cantos do mundo. Entretanto com olhos mais voltados às potências da competição as equipes de Jamaica, EUA e os Britânicos eram os favoritos. Americanos que contavam com a nova estrela americana Noah Lyles, considerado por muitos, uma das estrelas para Tokyo e o atual campeão dos 100 metros rasos Justin Gatlin.

Foto - Kazuhiro Nogi - Equipe brasileira em comemoração pós prova do Mundial de Atletismo em Yokohama

A atmosfera antes do tiro de largada é algo surreal, o estádio cheio fez silêncio absoluto por exatos 27 segundos. Tempo esse o qual a organização conversa com os atletas e os ajustam para a largada da prova. Os brasileiros estavam na raia 7 que não é uma das melhores de se correr, entre os chineses e os italianos, e principalmente afastados dos atletas da Jamaica, Grã-Bretanha e EUA, franco favoritos para a disputa.

 

O primeiro a correr pelo Brasil foi Rodrigo Nascimento, com uma largada muito boa, a explosão logo nas primeiras passadas, mostra a qualidade dos atletas que em segundos já fazem os bastões trocarem de mãos. O segundo a correr pelo Brasil foi Jorge Vides que pegou o bastão no time certo e correu como se não houvesse amanhã. Na sequência foi a vez de Derick Silva e esse vibrou do início ao fim, após pegar o bastão conseguiu se manter entre os 3 primeiros colocados e ao fazer a transição do bastão para Paulo André pode acompanhar da melhor posição possível a velocidade do companheiro e, ainda correndo, foi o primeiro a comemorar e gritar muito pelo título da equipe. Ali Derick pode ver o companheiro explodir na pista, correr quase como se voasse e vencer os favoritos norte-americanos por apenas 0,2 milésimos de segundo.

Foto - Matt Roberts/Getty Images - Paulo André, atleta que fechou a disputa dos 4x100 livre 

Alcançando a marca de 38,05, acompanhado dos americanos com 38,07 e fechando os três melhores colocados com a Grã-Bretanha com 38,15. O Brasil venceu o revezamento 4x100 livre alcançando a melhor marca do ano no Mundo.

 

Confesso que me arrepiei desde o primeiro momento, aquele silêncio do estádio, o tiro e a saída dos atletas, a passagem de bastão perfeita de todos os atletas brasileiros e aquele últimos 100 metros, o bastão na mão de Paulo André e ao fundo toda a força que emanava de Derick Silva empurando e apoiando seu companheiro nos metros finais para a vitória canarinha me emocionaram e muito! Com isso digo a vocês, meus amigos, a TV japonesa não imaginava que os brazucas iriam voar alto, os jornalistas que cobriam o evento não mostraram tanta certeza, apenas uma torcida, talvez. Eu tive a grata surpresa de uma vitória magnífica de uma equipe devotada ao esporte. Que venham os próximos jogos!

Estudante de Jornalismo da Uninove, atualmente cursando mídias digitais. Apaixonado por comida, filmes, esportes e fotografia. Exímio jogador de Fifa e jogos de corrida de modo geral, além de um leitor ávido. Dedicado ao cuidado com o corpo, esportes e adrenalina e o mais político que uma pessoa pode ser. Seja bem vindo e sinta se à vontade.

 

“Encare o Grande Show que é mundo e seja maior que a Vida.”

Valter Silva

    Gostou da leitura? Volte sempre que desejar, não esqueça de nos seguir nas redes sociais  

© 2017 por "Garoa News". Orgulhosamente criado com Wix.com