Início > Esporte > Joga + > Antes tarde do que nunca?

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Antes tarde do que nunca?

Por Valter Silva - Garoa News
09/06/2019 13:10

Enfim o País do futebol passa a dar valor para o futebol feminino. Vivemos um período diferente em nossa história, a política de nosso país está bastante bagunçada, a seleção (masculina) que sempre foi o motivo de alegria do povo brasileiro, hoje passa por muitos questionamentos e uma outra equipe com a amarelinha parece ser a nova esperança do Brasil por conquistas.

 

Fico muito feliz que isso finalmente tenha acontecido, é muito satisfatório assistir partidas do futebol feminino e ver a inclusão acontecerem. A equipe de arbitragem por e exemplo é de uma equipe feminina, as repórteres de campo no caso Carol Barcelos que se mostrou bastante emocionada em participar desde momento e comentarista Ana Thaís Matos também.

 

Uma seleção que já foi vice campeã de olimpíadas em 2004 e de uma copa do mundo em 2007, composta por grandes estrelas como Marta, Formiga, Tamires, Andressa Alves que atuam em grandes equipes no exterior. Isso porque infelizmente há poucas equipes brasileiras que investem no futebol feminino e essas atletas precisam jogar fora do País. Uma das excessões desta equipe é Cristiane, que atua pelo SPFC e que foi responsável de abrir o placar pela seleção nesta edição da copa do mundo.

Foto - Divulgação CBF - Equipe brasileira feminina de futebol e comissão técnica

O Brasil começou a partida forçando muito no ataque, pressionando a Jamaica, jogando com maior qualidade pela esquerda com a Tamires e Andressa Alves e aos 15 do primeiro tempo conseguiu marcar o primeiro gol numa grande assistência de Andressa para Cristiane que acertou uma boa cabeçada tirando totalmente da goleira adversária.

 

A Jamaica ataca bem, é incisiva e aos 35 em bom ataque pela direita brasileira em cruzamento de Chantelle Swaby e finalização de Khadija Shaw forte à queima roupa e em dois lances a goleira Bárbara efetuou a defesa.

 

Em lance pela direita do ataque brasileiro ao entrar na área ao forçar a jogada e tentar chegar ao gol a zagueira da jamaica colocou a mão na bola e a árbitra Riem Hussein marcou o pênalti. Aos 38 Andressa não conseguiu converter a penalidade, chutou rasteiro no canto esquerdo e a goleira Schneider caiu bem para a defesa.

Foto - Rener Pinheiro - Camisa 10, Marta durante treino da seleção brasileira de futebol feminino

A seleção não contou com a Marta, 6x escolhida como melhor do mundo, pois a atleta ainda se recuperando de uma contusão e aos 5 do segundo tempo pode gritar gol, mais um de Cristiane com cruzamento de Andressa.

 

Cristiane estava em dia inspirado, aos 18 da etapa final, em cobrança de falta primorosa acertou o ângulo esquerdo da goleira adversária e como diria Silvio Luís acertou a coruja e saiu para comemorar. No final da partida a seleção brasileira começou a segurar o jogo e foi bastante pressionada pela seleção jamaicana e mostrou algumas dificuldades no passe, talvez pelo cansaço de jogar a partida inteira com muita intensidade.

 

A pressão não resultou em gol e a partida acabou com a vitória da seleção brasileira feminina de futebol, numa partida bastante disputada mas tranquila para as meninas do Brasil com um Hat-trick de Cristiane que hoje mais do que nunca são nossa esperança de vitória e conquistas para um país que sofre a duras penas em diversas áreas da vida.

Estudante de Jornalismo da Uninove, atualmente cursando mídias digitais. Apaixonado por comida, filmes, esportes e fotografia. Exímio jogador de Fifa e jogos de corrida de modo geral, além de um leitor ávido. Dedicado ao cuidado com o corpo, esportes e adrenalina e o mais político que uma pessoa pode ser. Seja bem vindo e sinta se à vontade.

 

“Encare o Grande Show que é mundo e seja maior que a Vida.”

Valter Silva

    Gostou da leitura? Volte sempre que desejar, não esqueça de nos seguir nas redes sociais  

© 2017 por "Garoa News". Orgulhosamente criado com Wix.com